terça-feira, julho 16, 2024
Paraná

Megaoperação cumpre 174 mandados contra o tráfico de drogas no Sul e Sudoeste do Paraná

Operação também ocorre em municípios de SC e do RS

Nesta quarta-feira (26), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Militar do Paraná (PMPR) deflagraram uma operação histórica para desarticular associações criminosas envolvidas no tráfico de drogas na região de Palmas, no sul do Paraná. A ação, fruto de um ano de investigações meticulosas, mobiliza mais de 500 policiais e abrange os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
A operação, que conta com suporte aéreo de helicópteros da PCPR e cães policiais da PCPR e PMPR, visa o cumprimento de 174 mandados judiciais, incluindo 74 de prisão preventiva e temporária, além de 100 de busca e apreensão. As cidades-alvo incluem localidades no Paraná como Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Curitiba, Mangueirinha, Palmas e Pato Branco, bem como em Chapecó e São Domingos (Santa Catarina) e Flores da Cunha (Rio Grande do Sul).

Um aspecto crucial da operação é a descapitalização das organizações criminosas, com o sequestro de bens de 22 suspeitos, visando enfraquecer financeiramente esses grupos. Entre os principais alvos está um fornecedor de drogas de Palmas, cujas transações alcançaram mais de R$ 6 milhões ao longo das investigações.
Os crimes investigados incluem tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro, atingindo desde grandes fornecedores até pequenos traficantes, evidenciando a amplitude das investigações conduzidas.
A operação conjunta entre PCPR e PMPR ressalta a importância da cooperação interinstitucional no combate ao crime organizado, não apenas visando a detenção dos envolvidos, mas também a desestruturação financeira desses grupos, essencial para debilitar suas atividades ilícitas de forma duradoura.

Esta ação é resultado de 20 investigações distintas, convergindo para o desmantelamento de uma rede criminosa complexa e estruturada, demonstrando o compromisso contínuo das autoridades no enfrentamento ao crime organizado na região sul do Brasil.
Com informação Catve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *