𝐍𝐨𝐢𝐭𝐞 𝐝𝐞 𝐭𝐞𝐫𝐫𝐨𝐫 𝐞𝐦 𝐆𝐮𝐚𝐫𝐚𝐩𝐮𝐚𝐯𝐚 (𝐏𝐑) 𝐥𝐞𝐦𝐛𝐫𝐚 𝐦𝐞𝐠𝐚-𝐚𝐬𝐬𝐚𝐥𝐭𝐨 𝐞𝐦 𝐂𝐫𝐢𝐜𝐢ú𝐦𝐚

Os assaltantes estão armados com fuzis e bombas e tem como alvo a Proforte e as agências bancárias …Um grupo fortemente armado atacou a cidade de Guarapuava, no Paraná, na noite deste domingo (17). O alvo da ação seria uma transportadora de valores. Projéteis de fuzil ficaram espalhados pelas ruas. Não há informações oficiais sobre mortos ou feridos

.“Houve ataque a base da Proforte em Guarapuava, orientem a população para que se abriguem em suas casas”, diz a Polícia Militar. “Há vários pontos bloqueados em nossa cidade”, finaliza.

Uma base da Polícia Militar foi atacada a tiros, e um caminhão foi incendiado na frente impossibilitando a saída dos policiais do 16⁰ Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Guarapuava. Equipes de apoio da PM de toda a região, inclusive de Curitiba, foram acionadas e estão a caminho da cidade — a maior da região.

Blindados de um grupamento do Exército patrulham as ruas na madrugada desta segunda-feira (18). Imagens feitas por moradores mostram veículos saindo em alta velocidade da cidade.

Os criminosos teriam deixado o local antes da chegada do Exército e de reforços militares. O batalhão da PM na cidade foi alvejado por diversos disparos de fuzil.

A imprensa local orientou as pessoas a ficarem em casa, se afastar das janelas e apagarem as luzes dos cômodos voltados para a rua, para não chamar atenção dos criminosos. A prefeitura da cidade ainda não se manifestou.

A Polícia Rodoviária de Ponta Grossa foi acionada para enviar reforços ao município.

O mega-assalto teve início perto das 23h. O ataque é semelhante ao roubo registrado em Criciúma (SC), com veículos incendiados, muitos tiros e reféns.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.