Embaixador’ de Maringá? Eletricista faz sucesso com o ‘celular do Gusttavo Lima’; entenda.

Lançada em novembro de 2021, a música ‘Bloqueado’ é um dos maiores sucessos recentes do cantor Gusttavo Lima, contando com mais de 192 milhões de visualizações no YouTube. A letra da música do ‘Embaixador’ fala de um número de telefone que se tornou conhecido em todo o Brasil: “Me bateu uma saudade/Daquelas que o coração arde/9912-5003/Olha eu recaindo outra vez”. Em Maringá, esse número pertence a um auxiliar de eletricista que, com bom humor, tem feito sucesso.
Segundo o auxiliar de eletricista Eduardo Gomes, o telefone dele toca o dia todo. Do outro lado da linha, sempre tem alguém querendo falar com o Gusttavo Lima, por conta da música. Mas ele não se importa e, inclusive, entra na brincadeira. “Quando vejo que o número que está ligando é desconhecido, não está na minha agenda, eu atendo já dizendo que é o ‘embaixador’, que é para ‘quebrar o gelo’”, diverte-se ele.

Eduardo explica que comprou a linha depois do lançamento da música, mas que não a conhecia. “Assim que comprei o chip, várias pessoas começaram a me ligar e a me mandar mensagens pelo WhatsApp. Eu não entendia nada. Então eu perguntei para uma das pessoas em uma ligação e ela me explicou da música”, diz.
Ele garante que leva tudo numa boa e até gosta de toda essa situação. “Atendo todo mundo bem. Às vezes eu estou em um dia ruim e acabo tendo uma conversa bacana com alguém que eu nem conheço, e aquilo me anima. É legal”, afirma.

Como a música do Gusttavo Lima não cita nenhum DDD, pessoas do país inteiro também recebem as mesmas ligações. No entanto, ele diz que, por atender bem as pessoas, já fez amizades com pessoas de outros Estados. “A maioria é do Paraná, mas conheço gente do Mato Grosso, do Pará, de Minas Gerais… Eles dizem que eu sou simpático com elas”, conta.
Briga
Mas nem todas as situações são tranquilas. Uma mãe não gostou nada de saber que a filha estava trocando mensagens com Eduardo. “Um vez, uma criança ficou me mandando mensagens e me ofendeu. Horas depois, a mãe dessa criança veio me questionar e eu tive que ir até a delegacia porque ela praticamente me chamou de pedófilo. Eu entendi a preocupação dela, mas fiquei chateado”, disse ele, que tem uma filha adolescente.

O auxiliar de eletricista disse que, após este episódio, pensou em abandonar o número. Mas que, por conta das boas experiências que teve, acabou mudando de ideia.

Processos
Mas nem todo mundo leva a situação no bom humor. Uma mulher com o mesmo número de Eduardo, mas com o DDD de São Paulo, processou Gusttavo Lima por ter recebido uma ‘enxurrada’ de ligações e mensagens. No entanto, a Justiça deu ganho de causa ao cantor em primeira instância.

Já outra mulher, também do estado de São Paulo e que possui o número, teve decisão favorável. A Justiça condenou o ‘Embaixador’ a pagar R$ 50 mil de indenização. O juiz acatou a justificativa dela, que dizia que a situação havia ficado “insustentável” depois que o cantor postou um vídeo em suas redes sociais incitando as pessoas a telefonar para descobrir quem era o proprietário da linha.

A dona do número em Mato Grosso do Sul também havia manifestado o desejo de entrar com um processo, segundo portais de notícias do Estado. Mas não há informações se ela realmente procurou a Justiça. Outras ações correm por todo o Brasil, por situações semelhantes.

Fonte:Ricmais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.