Paraná

Namorado de mulher eletrocutada em piscina no Paraná é encontrado morto quatro dias após tragédia

Leonardo Lara, de 27 anos, morreu nesta quinta-feira (8), quatro dias depois de sobreviver à tragédia que matou a namorada dele e dois filhos dela eletrocutados na piscina de uma chácara de Rio Branco do Sul, Região Metropolitana de Curitiba.

Ele namorava Roseli da Silva Santos, mãe de Emily Raiane de Lara e Agner Cauã Coutinho dos Santos. A família morreu após um galho de pinheiro cair sobre a fiação elétrica, que rompeu e caiu dentro da piscina onde eles estavam.
Conforme a Polícia Militar (PM), o jovem foi encontrado morto na própria casa em Itaperuçu, também na Região Metropolitana de Curitiba.

Por meio de nota, a Polícia Civil do Paraná afirmou que abriu um inquérito para investigar a morte e que, a princípio, a causa foi suicídio. Leonardo também estava na piscina e foi atingido pela descarga elétrica. Ele foi encaminhado em estado grave ao Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), na quarta-feira (7), ele pediu alta hospitalar e deixou a unidade após assinar um termo de responsabilidade.
Via: g1 Paraná
Hora News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *