Polícia confirma 218 registros de pessoas desaparecidas em Petrópolis (RJ)

Cidade da Região Serrana foi atingida por um forte temporal na terça-feira (15). Ao menos 130 pessoas morreram na tragédia

Subiu para 218 o número de registros de pessoas desaparecidas na cidade de Petrópolis, na Região Serrana, devastada pela chuva e deslizamentos há três dias. Os dados foram atualizados pela Polícia Civil nesta sexta-feira (18).

Até quinta (18), a DDPA (Delegacia de Descoberta de Paradeiros) havia contabilizado 116 desaparecidos. No entanto, os agentes continuam percorrendo pontos de apoio e abrigos da cidade com intuito de atender a população que está em busca de familiares e amigos.

A pior chuva registrada nos últimos 90 anos, na terça (15), deixou ao menos 130 mortos em Petrópolis. Os bombeiros continuam a procurar vítimas em áreas afetadas pelos deslizamentos, com apoio também de drones da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais).

Os equipamentos apoiam o trabalho da Defesa Civil e ajudam a monitorar áreas atingidas e analisar riscos de novos acidentes.

Pelo segundo dia consecutivo, a cidade está em alerta para temporal. A Defesa Civil voltou a acionar sirenes em áreas de risco. A previsão é de chuva até sábado (19)

Apoio de bombeiros de todo o Brasil
O Corpo de Bombeiros do Rio, por meio da Ligabom (Liga Nacional de Bombeiros), conta com a ajuda de 79 militares e 36 cães farejadores de corporações de outros estados. São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná atuam na operação de resgate por vítimas das chuvas em Petrópolis.

Fonte: R7

Leave a Reply

Your email address will not be published.