Três policias militares são investigados por tortura e abuso de autoridade no Paraná.

Três policiais militares foram denunciados por tortura e abuso de autoridade pelo Gaeco. Dois dos investigados são irmãos gêmeos. As denúncias foram recebidas pelo Juízo da Vara da Auditoria Militar de Curitiba.

A primeira denúncia, contra dois policiais (os irmãos gêmeos), relata crimes que ocorreram em 14 de maio de 2021 em Pontal do Paraná, no Litoral do estado, quando os denunciados teriam entrado em uma casa por suspeita de que lá moraria uma mulher envolvida no tráfico de drogas. Os PMs teriam mantido o companheiro da mulher sob agressões e torturas por cerca de 40 minutos, pedindo informações sobre o tráfico de drogas. Um dos réus gravou parte do episódio. Ambos foram presos em flagrante na Operação Fish, em agosto do ano passado.

Três policiais

Os mesmos policiais, junto com um terceiro, foram denunciados também por uma segunda ocorrência de tortura, dessa vez em Guaratuba. Em 29 de agosto de 2022, os réus teriam entrado em duas casas, torturando dois moradores (um deles diante da esposa grávida) para que indicassem onde estariam escondidas drogas no local. O terceiro policial envolvido nesse fato foi preso preventivamente na semana passada, em 3 de fevereiro, em operação do Gaeco e da Corregedoria da Polícia Militar.

Fonte: Catve.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *