Iniciou o julgamento de Suziane Ferreira e Alessandro Benati, Mohamed, acusados de matar o casal Kawany Cleve e Rubens Bigueti Júnior.

Já iniciou com:

Duas testemunhas arroladas para o julgamento de Suziane e Mohamed não comparecem no tribunal do júri de Goioerê no horário estipulado e o juiz criminal Christian Palharini Martins determinou que a polícia militar faça a condução coercitiva das mesmas, isto é, que elas sejam buscadas em suas casas e levada ao tribunal.

Com isso o início do julgamento deverá sofrer um atraso de pelo menos 1 hora.

No depoimento de Alessandro Benati Mohamed:

se negou a responder a perguntas do Ministério Público e dos assistentes de acusação, dando respostas apenas às perguntas do juiz e de seu advogado de defesa.

Acredita-se que o negativa de respostas ao Ministério Público seja uma estratégia da defesa para evitar contradições do réu.

Mohamed afirmou que não tinha desavenças do casal, que não teria nenhum benefício com a morte de Kawany e Rubens, é não tinha nenhum interesse em fazer mal para os dois.

Já Suziane Ferreira:

ao prestar depoimento no julgamento que está sendo realizado no Fórum de Goioerê se negou a responder qualquer pergunta do juiz, do Ministério Público e dos assistentes de acusação.

Ela respondeu apenas a perguntas de sua advogada e se disse inocente e que não tinha motivos para matar Kawany. Alessandro Mohamed, o outro acusado, usou a mesma estratégia.

Suziane é acusada de ter planejado a morte de Kawany Cleve e Rubens Bigueti Júnior, motivada por uma suposta vingança.

O promotor:

de justiça Guilherme Franchi e assistentes de acusação terão um tempo de duas horas e meia para apresentar seus argumentos aos jurados.

Na abertura de sua fala, o promotor Guilher Franchi afirmou ter convicção de que Suziane e Mohamed são autores da morte de Kawany e Rubens e que o crime aconteceu no mundo do “tráfico de drogas”.

Para o promotor o a morte do casal foi um crime “sorrateiro e premeditado”, e está utilizando conversas escritas e em áudio dos réus em mensagens pelo aplicativo whatsapp, além do depoimento de testemunhas, para embasar as suas convicções.

Depois da acusação, os advogados de defesa terão mais duas horas e meia para apresentar as suas teses aos jurados. Possivelmente haverá réplica e tréplica, o que poderá fazer com que o resultado do julgamento seja anunciado somente na madrugada de sábado.

via:Goionews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.