PF mira em suspeitos de tráfico de drogas e cumpre mandados no Paraná.

O grupo criminoso importa drogas do Paraguai, leva até Londrina com carros receptados e distribui para outros estados
Nesta quinta-feira (14), a Polícia Federal (PF) iniciou ação para combater transnacional e interestadual de drogas, receptação de veículos e lavagem de dinheiro. O alvo é um grupo criminoso que atua na região de Londrina, no norte do Paraná. Foram cumpridos trinta mandados judiciais, além de bloqueio judicial de bens que somam R$ 40 milhões. O grupo importa drogas do Paraguai ao Brasil. Com veículos receptados, fazem o transporte da droga até a região de Londrina. A distribuição das drogas era feita para vários estados.
De acordo com a PF, dez pessoas são investigadas e todas possuem registros criminais: tráfico de drogas, homicídio, corrupção ativa, porte ilegal de arma de fogo, receptação, estelionato, furto, descaminho, desobediência, entre outros. Os dois principais investigados já estão presos.
Foram 15 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de sequestro de veículos, três mandados de sequestro de embarcações e dois mandados de sequestro de imóveis. Além de Londrina, as equipes da PF foram até Cambé, Apucarana, Santo Antônio da Platina, Loanda e Porto Rico.
Desde o início das investigações, em 2019, 19 pessoas foram presas em flagrante. A operação Mãos Amigas conta com auxílio da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal.
Já foram apreendidos 13.259 kg de maconha; 698,4 kg de cocaína; 1,2 kg de crack; uma estufa com 248 pés de maconha e dezenas de veículos receptados.

fonte: Catve

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.