Julgamento dos envolvidos na morte de Kawany e Rubens será nesta sexta e gera expectativas.

Já está tudo pronto para o julgamento de Suziane Ferreira dos Santos, de 26 anos, e Alessandro Benatti de Souza Junior, o Mohamed, de 27 anos, que são acusados da morte de Kawany Kleve e Rubens Bigueti Junior, que será realizado nesta sexta-feira, dia 16, a partir das 9 horas, no Fórum de Goioerê.

A morte de Kawany e Rubens é um dos crimes de maior repercussão em Goioerê e é grande a expectativa pelo julgamento, que deverá terminar somente no final da noite de sexta-feira ou na madrugada de sábado.

Kawany e Rubens foram assassinados supostamente no dia 3 de agosto de 2020, quando o filho do casal foi encontrado na calçada, em frente a uma residência, na Rua Norte do Paraná, no Jardim Curitiba, em Goioerê. No dia seguinte o carro do casal foi encontrado incendiado na zona rural de Moreira Sales.

Os corpos de Kawany e Rubens nunca foram encontrados, apesar das intensas buscas que foram realizadas em Goioerê, Moreira Sales, Mariluz, Nova Aurora e Umuarama, seguindo pistas que surgiam.

ACUSAÇÃO E DEFESA

Conforme a denúncia do Ministério Público, Suziane, Mauro Cavalcante Sobrinho, o Ceará (que morreu na penitenciária), e Alessandro Benatti de Souza Junior, o Mohamed, suspeitavam que Kawany e Rubens teriam “dedurado” a ação de tráfico na casa de Jonata Cavalcante dos Santos, marido de Suziane, que acabou preso, e começaram a planejar a morte do casal, que teria sido levada a cabo no dia 3 de agosto de 2020.

A acusação é baseada em relatos e conversas por aplicativos de mensagens, onde os envolvidos supostamente tramavam a morte de Kawany.

A defesa de Suziane e Mohamed deverá alegar negativa de autoria e falta de provas nos autos que indiquem os réus como autores das mortes de Kawany e Rubens.

via:Goionews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.