PC apura caso de jovem encontrado morto dentro de carro em Londrina.

Liédson de Oliveira Dias, de 19 anos, foi atingido na cabeça por disparos de arma de fogo

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso do jovem que foi encontrado morto dentro de um carro, na madrugada do último domingo (11), no Jardim São Jorge, na zona norte de Londrina. Liédson de Oliveira Dias, de 19 anos, foi atingido na cabeça por disparos de arma de fogo.

Segundo o delegado de Homicídios, João Reis, há várias suspeitas sobre o crime. “Sabemos que Liédson, apesar da pouca idade, era uma pessoa violenta. Temos essa situação da ameaça contra a ex-esposa, então de repente algum morador do bairro pode ter sentido o dever de fazer justiça com as próprias mãos. Mas pode ter sido também alguma confusão que ele arrumou”, pontuou Reis.

As investigações apontaram que no dia em que o jovem foi assassinado, ele teria discutido com algumas pessoas em um bar. O delegado apura a motivação do homicídio e a autoria. “O fato é que embora ele tivesse ameaçando a ex-esposa, isso não justifica sua morte”, observou Reis

Liédson já contava com várias passagens pela polícia e tinha um mandado de prisão em aberto, no estado da Bahia, por participação na execução de uma adolescente de 16 anos, que era namorada de seu irmão. Além disso, ele era suspeito de tentar matar a ex-esposa com golpes de faca há cerca de 60 dias.

Conforme Reis, após o crime na Bahia, o irmão de Liédson foi preso na região do Distrito Federal, já ele se mudou para Londrina. O delegado também contou que desde a descoberta da presença de Liédson na cidade, a Delegacia da Mulher tentava localizá-lo para efetuar a prisão.

via: TN online

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.