Paraná

Suspeita de matar jovem por ciúmes de marido já havia agredido a vítima antes


A suspeita de matar a jovem Maria Eduarda Ferreira, de 19 anos, já havia agredido a vítima em outras ocasiões. Segundo a Polícia Civil, as investigações iniciais do caso obtiveram provas dessas agressões, apesar de nenhuma delas ter sido denunciada. O crime, a princípio motivado por ciúme, ocorreu na segunda-feira (20), em Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná.
Maria Eduarda foi assassinada aos 19 anos (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Depois que a suspeita, uma mulher de 54 anos, foi presa na terça-feira (21), o delegado Túlio de Almeida, responsável pelas investigações, ouviu testemunhas do crime e familiares da vítima. E foi a mãe de Maria Eduarda que informou sobre as agressões sofridas pela filha em ocasiões anteriores ao assassinato. Juntamente com esse relato, ela teria entregue à polícia áudios e vídeos que confirmariam as ameaças e agressões da suspeita contra Maria Eduarda.
As diligências prosseguem no sentido de esclarecimento do fato. Circunstâncias como essas também são relevantes para o processo”, explica o delegado.
Câmera flagra jovem sendo morta a facadas em bar
Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que Maria Eduarda é morta a facadas em um bar em Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná. O homem que aparece com a vítima seria marido da suspeita do crime, segundo informações da Polícia Civil. Conforme indicam as investigações, a mulher tinha ciúmes de Maria Eduarda pelo possível envolvimento amoroso entre a vitima e o marida da suspeita. (Assista ao vídeo abaixo)
O vídeo mostra algumas pessoas em volta de uma mesa de bar. A vítima está de vestido azul, próxima a um homem. Enquanto as pessoas interagem, uma mulher de capuz na cabeça surpreende o grupo e golpeia a jovem com duas facadas. A vítima cai, consegue se levantar e caminhar por alguns metros, no entanto ela desaparece do quadro. Conforme a polícia, logo depois de tentar fugir ela caiu e morreu, ali mesmo no bar.
A jovem morta é Maria Eduarda Ferreira, de 19 anos. (Fotos: Reprodução/Câmeras de segurança/Redes Sociais)
A suspeita de matar a jovem também tentou atingir o homem que seria o marido dela com a faca. Ele, no entanto, consegue se esquivar, dando um passo para trás. Depois, ele cai de costas no chão. Por fim, a autora dos golpes foi embora do local.
“Ao que parece, ao que tudo indica até o momento, a motivação teria sido passional. Nós ainda estamos realizado diligências no sentido de aprofundar elementos, para poder resolver satisfatoriamente mais este caso de homicídio”, afirmou o delegado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *